segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Footprints


Trilha sonora: "Society", Eddie Vedder`


Temo estar querendo demais
Temo estar me vitimizando por nao conseguir agora tudo que sonho
Quanta presuncao achar que conseguiria mesmo as mais importantes ambicoes no tempo que desejo

Preciso de mais espaco dentro de mim para caber os imprevistos, o tempo que nao se controla, as mudancas que nao ocorrem tao rápido quanto meu coracao é capaz de conceber.

Mais uma vez me vejo diante de um labirinto.....caminhos que construí, caminhos que já existiam, tudo que preciso enfrentar para dar mais um grande passo.....me falta paciência......me falta sabedoria

Nao quero me sentir sozinha, solitária de mim mesma e da atencao dos que amo.....as palavras alheias podem me consolar, mas nao há porto seguro mais forte que aquele que construímos sozinhos usando os tijolos que fabricamos em cada aprendizado

Tentei fazer um acordo com a vida.....quanta pretensao! Queria esperar pouco pelo pouco que sonho, mas descobri que meus sonhos sao grandes, ainda que legítimos e é preciso lapidar muito a pedra bruta que os guarda, é preciso cuidado, é preciso compreensao, é preciso amor e a paciencia que dele advém. Às vezes menos é mais.....às vezes mais é menos......

Nao quero me perder em desejos vazios ou pensamentos vaos.....quero honestidade de alma, verdade em meus olhos, respeito a mim mesma em meus sonhos....quero dar o passo certo, aquele que me fará melhor, ainda que eu demore para perceber.

Recomecarei quantas vezes for preciso, darei tantos primeiros passos quantos forem necessários para que eu continue feliz.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Pela janela

Olhei pela janela
A espera continua
Semeei em terra fértil
As sementes brotaram, mas custam a crescer.....dia após dia, cuidado após cuidado, colho pequenas alegrias, mas as flores ainda nao despontaram

Nao é uma derrota
É um grande desafio
Sorrio, mas falta a gargalhada, aquele baita sorriso da alma
É uma esperanca a cada dia, mas nao uma frustracao....é mais uma espera um tanto angustiante.....às vezes esquecida, às vezes sofrida, às vezes simplesmente vivida

É como um mistério
Nao sei se estou correndo pelo caminho certo ou o melhor para mim
Mas nao posso percorre-lo sem mim, sem a consciência de mim mesma, de minha existência, de meus limites e sonhos e desafios



Oh, liberdade, nao me faca te abandonar pelas ambicoes que tenho
Guardo uma bondade no coracao que sinto às vezes incompreendida
E ao mesmo tempo guardo uma ânsia por vencer que me tira do caminho.....ou me poe, ainda nao sei!

Aguardo, na sutil verdade da realidade, na estarrecedora realidade da verdade, que meus sonhos se realizem.....
Nao desistirei, mesmo vendo tantos passarem por mim
Porque SOU e acabou....ou comecou!

A maior das sementes foi plantada e essa.....essa sei que crescerá......é o mistério da vida em seu esplendor, sutileza e tempo!

domingo, 28 de novembro de 2010

Folhas ao Vento

Talvez nao saiba como me sinto
Talvez nao imagine a angústia que essa falta de amor ou mesmo afeto produz em meu coracao
Queria ter olhos brilhantes a olhar nos meus
Queria maos que enxugassem as lágrimas que agora escorrem pelo meu rosto
Queria um abraco forte de alguém que se importasse com esse coracao estranhamente triste, ávido por amor, pelo amor de alguém além de mim


Queria que minha subida pela escada da vida tivesse mais alguém além da minha família e meus amigos, mas nao posso deixar de continuar, porque é minha felicidade que está em jogo e meus sonhos
Nao compreendo onde estou errando, ou se é o mundo que está um pouco estranho, menos afetuoso, menos generoso, menos sincero, menos vivo


Aos poucos alcanco a paz interior que buscarei até o fim de minha existência e queria estar de maos dadas com alguém que realmente quisesse me acompanhar, compartilhar sonhos, fazê-los virar realidade.....estou sozinha e nao desistirei, mas às vezes dói e é difícil entender.


Alguém me disse que há tantas pessoas especiais no mundo.....conheci algumas, mas cadê as outras? Será que me perdi num caminho que nao me levará a luz nenhuma? Será que fui presuncosa, exigente, verdadeira demais? Será que escolhi os caminhos que me levarao ao desconhecido? Acho que me perdi e nao sei bem de onde retomar...achei que era pelo amor que curaria a dor, mas errei mais uma vez.......me restaram as palavras, ainda bem, senao nao teria como me animar!


Nao quero um rótulo para ser aceita, para ser amada, para realizar alguns de meus sonhos, porque sou vida e morte e renascimento e nao há como rotular o que o amor constrói e o ódio destrói, assim como nao há como querer que as árvores nao deixem suas folhas voarem ao vento para entao se renovarem......minhas folhas estao ao vento.

em algum lugar, por algum momento

Em algum lugar, vi estrelas com você, admirei a beleza do silêncio da vida que habita na floresta

Em algum momento, não quis nada senão estar lá, com você

Vivi por algumas horas a bela e rica sensação de simplesmente ser o que sou, sem medo, sem temer minha verdade


Talvez nunca volte a olhar em seus olhos e saber que encontrei um irmão de alma, mas agradeço pela sinceridade do brilho que habitava neles quando conversava comigo

Palavras voaram ao vento, imagens foram criadas, fotos de algo que não se planejava, somente se vive

Obrigada, como em outros momentos, apareceu um anjo em vida para me ajudar da forma mais simples, compartilhando as coisas pequenas da existência.....não há beleza maior senão o amor mesmo que não perene.

Derramei algumas lágrimas depois, confesso, porque gostaria que não fosse tudo por uma noite, mas sei que há mas estrelas a serem sopradas em minha vida.....preciso e quero acreditar nisso. E sei que se agora não compreendo porque estou sozinha, um dia ainda terei sabedoria para tanto.

Por ora, só posso dizer uma coisa........obrigada!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Happiness no more be sad


Nao há resposta para todas as suas perguntas.....pelo menos nem todas sao conhecidas

Pode tentar enxergar o fim do oceano, porque sabe que tem fim, mas nao consegue

Tenta achar sentido na fé e encontra em si o antagonismo da crenca

Ora por algo e quando consegue, percebe que aquilo nao era o melhor.....

Vive sua rotina sem saber bem ao certo porque, mas levanta-se todos os dias com planos e deveres

Sente o coracao pesado quando algo que queria nao acontece....

Entao levante-se e enxergue a beleza das contradicoes

VIVA


quinta-feira, 25 de novembro de 2010

brotos de sonhos


Entregue-se, permita-se viver, sorrir, chorar (só quando realmente necessário)

Deixe que o acaso te leve pelo vento da vida
Deixe que a vida te leve pelas águas da felicidade e por um breve momento que seja, simplesmente exista plenamente

Deve haver muitos dias por vir, mas na dúvida, viva hoje, seja hoje, morra e renasca hoje

As experiências que cultivamos brotam em terras férteis, mas cabe a nós cuidarmos de cada pezinho, pois sao eles que nos permitirao alcancar nossos sonhos

Quase me esqueci.....ontem passou por mim uma borboleta azul, deu um rasante sobre mim e voou rumo à vida.....sei que dei mais um passo.

Senti um cheiro de água do mar, ouvi o silencioso bater das ondas, vi a escuridao da noite, senti o êxtase de ser parte disso, senti por segundos a maravilhosa e inexplicável sensacao de plenitude.

Tenho minhas ambicoes, as cultivo com dedicacao, sonhos permeiam meu dia e vontades repentinas provocam meu sorriso e de quem me cerca.......é a alegria que quero, que busco com todas as minhas forcas, que faco questao de dividir com quem amo ou simplesmente gosto.

Esqueca os preconceitos, deixe-os de lado, pelo menos neste instante, porque o que importa neste instante é o brilho em seus olhos......olhe agora no espelho de sua alma......ELES ESTAO BRILHANDO?

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Shadows

Vejo sombras se movimentarem no chao
Sao tantas pessoas passando, seguindo seus caminhos
Tantas pessoas indo e vindo em nossas vidas
Nunca sabemos por quanto tempo

Como nômade, montanhas foram escaladas, chuvas molharam as pegadas das longas caminhadas, trovoes iluminaram a estrada escura e solitária....oceanos foram atravessados e mais passos ainda serao dados

E pessoas virao e irao e outras ficarao, ainda que guardadas apenas nas lembrancas, como fotos vivas

Nuvens fazem sombra no chao agora, ontem a lua mostrava "novos" seres brincando com o jogo de luz e sombra, esconde esconde de vidas, nada é perene, senao o amor

E o amor....também nao seria dentre tantas coisas, a sombra mais sublime de nosso coracao sobre o nosso próprio ser? Porque a sombra é realidade, tal como a luz que a produz e a luz que alimenta nosso amor, nosso espírito livre, se interpoe sobre nosso corpo e produz a sombra do amor.....e quem nunca brincou de fazer sombras na parede? E nao era tudo realidade, de alguma forma?

Pois entao que sejamos, luz e sombra, amor e vida.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Para uma de minhas estrelas

Vejo em você um pouco de mim e sei o quanto é difícil.......querida, nao tenha medo de continuar a construir seu castelo, ele nao ruirá, pois suas bases sao sólidas, cada pequeno tijolo foi lavrado a partir de sentimentos fortes e redencoes ainda mais poderosas.....nao creia que viveu tantas coisas boas e tristes a toa.

Nao tenha medo, enfrente a verdade e abra a porta de sua alma para o poder das energias, seu corpo para a cura, a mente para o bem, para o real (o mundo surreal que criamos nao traz felicidade em sua plenitude)

Amada, olhei ao seu redor, o mundo é enorme e cheio de oportunidades.....o problema é que às vezes as tememos. Vá, seja a crianca desbravadora e forte, voe pelas palavras que deus sussurra em seu ouvido e descubra a vida que há em você

Nao se esqueca que nos foi dada uma pequena brasa, guardada em nosso coracao e cabe a nós transformá-la em uma fogueira ou deixá-la morrer com nosso corpo. Soprarei com você a brasa se preciso, porque nao deixarei que a infelicidade te tome. De as maos a quem você ama e sinta o quanto cada um tem a te oferecer.....e nao se apegue a isso, porque o poder do amor próprio é grande o suficiente para sublimar muitas dificuldades e ajudá-la a ver uma luz no túnel.
Queira com toda a sua fé e forca, acredite.....se nao conseguir acreditar, ore assim mesmo, porque as palavras tem um poder incomensurável.
Ame, nao espere nada em troca, ame, ofereca amor e seja, exista para si mesma.

A realidade nao é tao dura quanto parece.....acredite
E saiba que sobre você pairam borboletas coloridas, representando a infinitude de uma vida......elas vivem um ou dois dias, mas o fazem de forma intensa, bela e iluminada.

Seja como a borboleta....seja a existencia, feche os olhos e perdoe e ame e sonhe e tente e viva.

Palavras ao acaso no ocaso

Hoje palavras voaram e entraram pela janela
A música estava em seu tom mais alto e o sol a pino invadia o quarto como um amor fulminante agarra nosso coração e o leva à força

Um sorriso maroto na face dizia que a felicidade é tão simples......a questão é que o caminho é, às vezes, muito tortuoso......ainda bem, nossas escolhas formam as ondas que em algum momento baterão na areia, fortes ou não, arrebatadoras ou leves.

Nada é para sempre, até o mais complexo sentido da ciência funciona apenas por um tempo determinado na realidade. Orava pela alegria eterna e quando descobri que era impossível, conheci a felicidade.....e ela disse que também é amiga dos tropeços e tristezas, porque senão seu valor se anularia como inércia no infinito universo da física.

Somos tão imperfeitos......isso não deve ser justificativa para decisões conscientes, mas traz um pouco de paz para quem se cobra tanto de fazer tudo direito.....como se houvessem verdades absolutas!!!!

Se tenho crenças?

Digo que acredito na VIDA.....

Sobre músicas e estrelas

Sobre músicas e estrelas, agora marcadas em mim
Um amor completo e sereno por duas coisas tão grandes e tão pequenas e tão imprescindíveis
Um amor que não requer reciprocidade, um amor sem hora marcada, mas um amor que ama quando mais precisamos......músicas e estrelas no céu

Meu céu é de músicas
Minhas músicas são de estrelas
E verte música por entre as ondas

Só sabemos como enfrentar uma grande onda quando a encaramos.....pode dar certo ou não.....cabe a cada um tirar seu aprendizado

E a cada passo dado na areia, um respirar profundo de olhos fechados....e o som milagroso do mar. Não há alma que não se renove diante de tal espetáculo......pisamos sobre um cemitério de conchas, rochas e o beijam a cada segundo as ondas da vida de um oceano infinito, de pura luz

E hoje, ao estar diante de tal espetáculo, pedi a mim mesma que cuide de meu coração, que o abasteça de amor saudável, de amor próprio e de sonhos, mas de forma mais realista, menos ilusória.

Não orei para que me deem amor, orei para que eu seja capaz de amar sem nada esperar em troca. Prece para meu deus interior, porque só eu posso mudar o curso de minhas ondas.....sim, há consequências que não estão sob nosso controle.

Saberei quando vir seus olhos e um imenso mar de mistério e sinceridade lá estiver, saberei que consegui quando eu sorrir de olhos brilhando e não quiser nada além de simplesmente estar com você.

Cansei desse coração pesado, de lembranças doloridas. Voltarei ao meu porto seguro.......retornarei ao meu mar, infinito e sagrado.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

De maos dadas

Um dia comecou assim....uma maozinha maior do que a outra.....buscando companhia para nossos sonhos de crianca.

Lágrimas de emocao escorrem ao escrever essas palavras, lágrimas de felicidade por tê-las como minhas irmas, de arrependimento pelos momentos em que as fiz sofrer, de redencao porque mágoas se vao quando deixamos o amor sublimar as pequenas coisas.

Por vezes, só quis continuar respirando porque me lembrei da bencao que recebi quando vim ao mundo com vocês e nossos perfeitamente imperfeitos pais.

Essa é uma ode a vocês, irmas, por estarem comigo mesmo que tantos quilômetros nos separem....pois estamos sob o mesmo céu e o amor que nos une nao tem limites, oceano nenhum separa o que nossos espíritos compartilham.

Álbuns de fotos, recordacoes de tempos tao felizes, tao inocentes, tao sagrados....
Pensamentos positivos enviados com toda a forca de nossos coracoes quando uma de nós teimava em seguir o caminho mais difícil.....
Lembrancas de tempos de alegria, de bobeiras regadas a gargalhadas, mas também de brigas, de silêncios longos e doloridos....e perdoados.....
No "céu", estao guardados nossos lugares, como estrelas guia.....pois sei que conseguiremos vencer os obstáculos e cumprir nossas missoes.
Assumo, preciso de vocês, minha vida nao é inteira sem seus abracos, beijos, risadas, lágrimas, sem nossas desavencas, sem essa luz intensa que nos une.

Tenham certeza, quando estavam em situacoes difíceis orei muito e atravessaria oceanos, montanhas, prados, até mesmo o "inferno" para trazê-las de volta para casa.....de maos dadas.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Those days

E derrubam-se as máscaras, caem as barreiras, morrem aos poucos as ervas daninhas, instala-se um silêncio desconhecido, verte como chuva um passado que não deveria pesar.....
Começa a surgir uma face há muito escondida por trás de medos, doenças, tristezas, incapacidade de perdoar, incapacidade de parar antes de se ferir tanto......

Começa a ressurgir um EU que por algum tempo teve medo da felicidade.....sim....porque se ela viesse com força, como poderia então suportar a tristeza quando viesse? Havia muito conhecimento e pouca sabedoria.....

Todo recomeço incita um frio na barriga, um temor de que voltem os dias difíceis.....mas não percebe que já vive esses dias difíceis e que eles não serão em vão? Só conhece a escuridão quem um dia viu a luz.

Palavras vem como brisa leve do mar, salina para aliviar o peso de culpas, mágoas e barreiras; leve para que esse recomeço seja tranquilo, sem atropelos, sem vícios antigos; do mar porque é o útero que gerou esse EU, que purifica sua alma e liberta pela redenção.

Procurei tantas chaves, achei muitas, mas nenhuma foi capaz de abrir verdadeiramente meu coração......por algum tempo não havia tranca e a alegria pairava sobre a minha vida, mas num dia de tempestade, não fui capaz de dar conta de tudo que sentia e resolvi trancá-lo, numa tentativa inútil de fugir do sofrimento. E eu percebi isso, mas não soube o que fazer.....

Percorri diversos mundos, em alguns momentos achei que estava louca quando me aventurei floresta adentro buscando aquilo que deveria estar dentro de mim, me culpei por não conseguir achar uma saída que todos diziam depender somente de mim.....me senti cega, sem forças e chorei também numa tentativa vã de aliviar o segredos que guardava em mim e não conseguia aceitar.

Amei, mas talvez não com toda a força que podia e estava acostumada, sorri, gargalhei, mas não como antes, cantei alto as músicas que me purificam, mas não como antes....fiquei buscando no passado um forma de viver o presente e me perdi!

Renasce um EU que quer o passado apenas como aprendizado, que quer libertar seu coração para o amor sincero e real, continuar com suas amizades e família que sempre estiveram presentes, que quer continuar sonhando e sorrindo muito, que se ame e que quer poder viajar por universos paralelos, afinal são eles que muitas vezes inspiram palavras como essas e ajudam a me olhar de fora.....

Fecho os olhos e vejo pétalas de rosa branca caindo sobre mim, vejo tempos de mudança saudável, sinto cheiro de esperança, sinto sabor de paz e vejo que conseguirei voltar a sentir o amor, quer seja Philia, Eros ou Ágape.

As máscaras que eu mesma moldei estão se desfazendo e ainda temo um pouco o que virá, preciso comemorar cada pequena vitória e confiar que nada do que passei foi em vão......um dia terei sabedoria para compreender e sei que um dia, mais uma vez, estarei no mar e uma borboleta virá em minha direção, me reverenciará e voará para seu destino. Saberei que mais uma batalha foi vencida. Sei que tudo que vivi, mas tudo mesmo, servirá para a missão que cumprirei, aquela com a qual sonho desde criança.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Estarei aqui....em palavras e versos

Estarei na palavras, ditas ao acaso
Estarei nas frases, faladas pensadamente
Perfurarei coracoes e almas, se essas letras tao poderosas atingirem os mais profundos sentimentos
Farei lágrimas surtirem, nao por pretender ser poderosa, mas porque a simplicidade das palavras é tao aterradora quanto a felicidade pura, a serenidade curtida, a saudade, o riso sincero

Há poderes que desconhecemos......ore com forca mesmo que nao acredite e saiba que algo mudou em você ou no curso de algo.....cada escolha uma onda no efeito borboleta da vida
Uma brisa diante do mar batendo no rosto é capaz de transformar uma dor em paz

Nao estaremos buscando da mesmo forma o mesmo objetivo? Nao sei....
Mas sei que me importar com olhos tao brilhantes e verdadeiros me faz querer mudar o curso de algumas decisoes
E que barcos dancando no mar me fazem querer rever tudo que tenho feito e simplesmente mergulhar em uma nova vida

E deus, qualquer que seja a concepcao em que acredita ou nao cre, é uma palavra forte, capaz de fazer até os mais céticos questionarem seu poder ou sua inexistencia......nao É quem nao se tornou Verbo. Quer seja no imaginário (e nao seria outra forma de realidade?) ou na realidade.

Medos? Tenho vários, mas brigo contra eles e na maior parte das vezes venco.....essa é uma boa batalha.....é uma luta que vale a pena
Choro também, mas com a humildade de nao ser perfeita e guardar o silêncio quando a espada precisa ser baixada sobre minha cabeca pelo rei.

E sonhos, quantos sonhos, fazem meus olhos brilharem.....cultive-os, sao tao preciosos, meus jardins sao vastos e cuidadosamente alimentados....e se algum deles morre, há pesar, mas assim funcionam as ondas de nossa vida.

Escrevi versos e poemas para você, mas acho que nao os leu.......ficou o sentimento, valeu cada letra escrita. Escrevi mensagens para meus amados e sei que leram.......ficou o amor, como nao podia de ser.
Estarei sempre em todas as palavras que deixar e em todas que emanar ao universo, porque se nao posso faze-los sentir meus sentimentos e nem pensar meus pensamentos, entao transformo-os em frases.

sábado, 23 de outubro de 2010

She was made of stars
She was born in the water
She still doesn´t know how to live in the land, but she knows how to handle with the fire.


Ela mergulhou fundo nas àguas escuras pela noite
Brilhava apenas a energia que emanava de seu corpo
Mergulhou e se sentiu acolhida, como no ventre materno
Sabia que nao duraria para sempre.....deixou seu corpo ir ao sabor do movimento da maré, de olhos fechados sentiu o prazer de ser, de se entregar, de se permitir buscar sua essencia, entrar em contato com o que há de mais escondido e misterioso em cada um.
Ao longe ouviu a voz dos golfinhos e por todos os lados ouviu o som da vida que habita as águas.......e encheu sua mente e seu espírito desse som que faz libertar até o pássaro que aprendendo a voar caiu e se feriu.
Ela deixou que seu corpo subisse e majestosa como as figuras de Iemanjá, saiu das águas, pisou na areia, fez sua reverência a deus e sob o céu estrelado adormeceu.

Em seus sonhos, ouvia o som de criancas brincando e correndo, ouvia o barulho de água, e sentia uma mao quente que segurava as suas. Outra pessoa sussurrou uma oracao em seus ouvidos e ela soube que seus sonhos se realizariam se ela continuasse a acreditar e lutar......nada havia sido em vao. Após o sussurro, sentiu que alguém beijava seu ventre abencoando a vida que ali se tornava cada vez mais forte.

Ao acordar, o sol batia em seu rosto, olhou para si e estava vestida com uma túnica que parecia brilhar como estrelas, o mar molhava seus pés, uma fogueira se transformava em brasa.

Sabia que tudo havia sido verdade.
Sabia que ainda tinha muitos sonhos a realizar, seus e de outras pessoas.
Sabia que era um novo comeco.....vida e morte, morte e vida. Que assim seja!

domingo, 17 de outubro de 2010

Like Stars

Perdi as palavras que escrevi num momento especial....lamentei, mas o momento nao deixou de existir porque as perdi......ficou a marca em minha mente de um momento de plenitude.

Nao é porque as estrelas morrem que o céu deixa de existir......e enquanto eu puder soprar estrelas para o meu céu e de quem mais as aceitar, entao estarei feliz.

Perdi noites, perdi dias, perdi um pouco de vida tentando compreender como voltar à minha essencia, como recuperar o brilho de meus olhos, o sorriso espontaneo, a alegria de viver que achei que nunca escaparia......e com isso perdi a oportunidade de olhar o céu estrelado, o sol batendo forte em minha face, de pedir um abraco apertado admitindo minhas fraquezas, pedindo ajuda porque me perdi, perdi a oportunidade de aceitar que sou humana e também erro e fico triste e nao sou capaz de suportar tudo sozinha.

Olhando agora, talvez nao tenha perdido nada.....porque hoje posso fazer diferente por ter aprendido.....talvez o tempo tivesse sido menor, mas eu precisava estar preparada para o que vejo e sinto e vivo hoje.


Hoje voltarei a soprar estrelas, talvez nao tenha tantas como antes, mas logo encherei meu coracao de muitas e meus olhos brilharao como nunca e saberei silenciar quando preciso.

A sabedoria nao se esconde atrás de tantas perguntas e supostas verdades, mas no momento em que permitimos que a mente silencie e nosso corpo, nossa mente e nosso espírito entrem em uníssono......é a música da existencia, é o Verbo que nao precisa do som por nós ouvido para Ser.



segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Desamor


Havia apenas uma alianca e quatro maos.....

Sabiam que nada seria capaz de uni-los a ponto de fazer brotar o fogo que forja os mais fortes amores.

Nao houve vítimas, as máscaras logo caíram e as faces que ficaram nao conseguiam esconder a verdade que havia em seus olhos.......ainda havia amor, mas nao havia mais compreensao.

Flores apodreceram num vaso e nada mais fazia sentido.

Quando lágrimas escorrem e nao há mais como suportar a dor no peito, é preciso aceitar que tal como os filhotes um dia voam do ninho, a separacao é inevitável.

Nao há beleza nessa dor, nao há paz na despedida, nao há redencao em cada lágrima, nao há saída para quem cansou de procurar.

Flores novas caíram sobre o corpo deitado......uma mente tentando compreender o incompreensível, uma alma tentando se livrar de más lembrancas, flores brindando um novo comeco.

Se seus olhos ainda brilham, é porque há esperanca, mas para quem possa entender sua essencia e aceitar seu silencio.....mais do que isso, que tenha a sabedoria de ouvir seu silencio e compreende-lo.

Abracados, os olhos se fecharam, e entre lágrimas e pedidos desesperados por felicidade, borboletas cobriram seus corpos....flores de cerejeira voaram com o vento.........e durante esse êxtase de vida e morte, abriram os olhos e viram que havia restado uma única coisa........


a alianca partida em dois


Entreguei parte de meu coracao a você, estou pegando-o de volta...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Não deixe ir.....


Jazem sonhos no mar.....em cada pé ou mão que tocam o chegar de uma onda vivem pontas de sonhos e frustrações. Não há como sentir o toque da água e não desejar algo.
E quantos sonhos foram entregues ao mar na esperança de que a força do berço da vida trouxesse em suas ondas novas verdades, mais felizes.

Não plantei sementes no mar, semeei sonhos em meu coração.
Das águas que tanto amo, nada esperei além de purificação e paz......em seus movimentos encontro minha verdade, minha essência.....em sua força me renovo.....em sua grandeza renovo meus votos de humildade.

E lembro de você, porque sonhei com nosso amor e ele tocou a água e acreditei que você nunca o deixaria ser levado pelas ondas.......o sol se põe devagar e vejo que a água se levanta e você nada faz......o navio ao fundo se despende da orla. Não sei o que fará, nem posso interferir.

Talvez um sonho morra em meu coração......e eu mergulhe nos domínios da senhora da água para não me esquecer de onde vim, de qual material fui forjada e da força que existe dentro desse coração.....semearei novos sonhos alimentados pela água salgada que sobrepuja qualquer coisa que não seja sinceridade e amor, em qualquer de suas formas.
Se deixar as ondas levarem o seu amor, espero que elas tragam novas verdades, mais felizes.

domingo, 5 de setembro de 2010

Intensidade


Se nossos rios nao sao fortes o bastante hoje, um dia encontraremos nossa forca na uniao da luz que compoe cada um de nossos espíritos.....

Cada vez que olho para seus olhos sei que rios de água azul, bravios, correrao por nossos caminhos e encontraremos a sabedoria que faz as pessoas se conectarem de forma tao intensa.
Porque o amor verdadeiro, qualquer que seja, é como chuva na colina....de repente somos duas criancas correndo pela grama molhada, gargalhando, vivendo aquele pequeno momento sublime.....e quando passa a tempestade e surgem o sol e o arco-íris um novo milagre comeca, e basta um olhar intenso para que saibamos que isso é vida!

Se toco algumas notas no piano, sei que um dia comporei uma música, uma ode ao amor, à intensidade da existência e à busca pela caridade que lacramos em nossos coracoes.
Se letras aparecem em minha mente, sei que escreverei um texto para cada um de vocês que se importa com minhas palavras, vas ou nao, porque sabedoria também é pensar e discordar.
Fui gerada com a intensidade do amor e nao há milagre maior que a vida, morte e renascimento. Carrego isso em mim até hoje e nao abandonarei porque é o que me faz acreditar que posso mais, que nao posso desanimar, que o amor cura a solidao, mesmo quando nao acreditamos nisso e por mais difícil que seja admitir, é o que me permite ter fé, seja lá no quer for. Escondo minha forca e intensidade por medo de parecer prepotente.....preciso achar meu equílibrio.

E você que agora me conforta faz com que eu queira ainda mais, desperta em mim o significado verdadeiro e a intensidade da palavra sinceridade. Seus olhos nao mentem, nem os meus.

Momentos de intensidade nem sempre sao os mais felizes.....o simples estar com alguém que se quer bem é o suficiente, dizer aquilo que estava guardado há tanto tempo, abracar alguém que se quer perdoar, chorar pelo amor perdido......tudo isso tem seu valor, assim como cantar juntos as músicas mais idiotas e bregas ou as que mais gostamos e enxergar em seus amigos verdadeiros a luz que une os diferentes ou os semelhantes.

Como rio de correnteza intensa, deixo escorrer sonhos e palavras e amor e amizade e esperanca.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

anima


Em meio à trilha tortuosa e escura em que caminhava se abriu a luz de milhares de vagalumes.....enviados nao pelo destino, mas pelo chamado forte de alguém que precisava olhar para si mesmo e rever cada um de seus passos.

Nao há milagre na descrenca.....quando nao se ve mais saídas os milagres passam como se fossem a obrigacao de um deus no qual nem se acredita mais......

Mas a luz que se fez na escuridao que parecia infinita permitiu que pés fossem curados, que lágrimas lavassem mágoas e um novo brilho brotasse daqueles olhos aflitos por felicidade.

No caminho, tantas árvores caídas em vao, simplesmente porque gritos nao foram calados e mortes foram anunciadas
No caminho, novas sementes foram plantadas simplesmente porque maos repletas de amor e paz quiseram que vidas fossem geradas

Tropecos doloridos e solitários quase permitiram que a morte voluntária viesse, trazida diretamente das maos do principal algoz do bicho homem.....ele mesmo
Tropecos doloridos e solitários fizeram sangrar pés calejados e fizeram olhos descrentes acordarem para a realidade.....se nao fossem esses tropecos nao haveria aprendizado.....e entao nao haveria tempos de caminhada sem feridas

Sonhos e pesadelos sondaram noites adentro........vozes conhecidas chamavam
Algumas mostravam a escuridao fria, perigosa e solitária da floresta
Outras persistiram mostrando a escuridao misteriosa, mágica e repleta de seres de luz
A dúvida nao deu trégua, mas quem escolhe seguir o caminho sabe que mesmo que a fé se vá, fica a vontade, nua, crua e egoísta de continuar a existir e quem sabe, viver.
Instinto de sobrevivência

Um dia, a existência silenciou....como se um vácuo tivesse se "aberto" naquela floresta escondida em algum universo perdido entre a realidade vivida e as milhoes de sinapses de um cérebro em busca da sua verdade.......seria o espírito parte dessa engrenagem misteriosa?
E nesse silencio e torpor, os vagalumes cobriram seu corpo, cantaram as músicas de sua dor, desespero, redencao, esperanca e alegria, sussurraram palavras de animo, trouxeram à sua lembranca seu sorriso espontaneo e sua forca contagiante, as mortes que enfrentou e todos os seus renascimentos e entao nao houve mais dor, ficaram as cicatrizes, mas que guerreiros nao possuem as suas?

Ficaram marcadas na pele as pegadas dos bichinhos que levaram sabedoria quando pensava existir somente instinto.......o golfinho em meio às marcas das ondas para que nunca se esquecesse da liberdade que a sabedoria traz quando se nada por águas de amor......e as sakuras em todas as suas fases, e o vento e as borboletas, para que nunca se esquecesse que morte e vida, vida e morte, sao ciclos eternos, só se renova quem se permite admitir que uma de suas flores precisa ir e um novo botao precisa brotar.....humildade, forca, beleza e perdao.

domingo, 15 de agosto de 2010

No more


Imaginei que um dia você seria a estrela em meu céu, pensei que construiríamos um novo céu na interseccao de nossos mundos

A distância que nos separa nao é física, é muito mais difícil de compreender ou aceitar, porque sao nossas próprias essências

Agora que me vejo só, cuido do meu jardim de outra forma, porque nao posso me perder de novo, nao posso deixar desprotegidas as plantas que cuidei com tanto amor e zelo.....havia um vaso para você, mas nao pude dar, porque estava esperando a hora certa, a sua e a da plantinha que semeei para você.

Enquanto a lógica de nossa desuniao te alivia, tento deixar o sentimento se esvair e acreditar que a razao me fará aceitar que o amor foi em vao, que ele de nada vale se nao houver compreensao e paciência.

Você é como um daqueles animais que nao precisa de bando para viver.....eu preciso de minha matilha para ser plenamente feliz, seria como querer unir a àguia ao lobo.

Mesmo assim acreditei, acreditei no valor e no peso do amor, que conseguiria superar as diferencas......nossos coracoes ficaram machucados demais, mas ainda pulsam, e sei que preciso esquecer tudo isso e seguir adiante.

Ainda tenho meus sonhos e eles serao o alimento da minha alma e a cura para minhas feridas......e ainda tenho tantos outros motivos para sorrir, nao cairei novamente nas maos do vazio destruidor de almas.

Ainda encontrarei o reflexo do brilho de meus olhos, sei disso.

sábado, 31 de julho de 2010

No title


Queria poder escrever uma história de amor
De almas que se encontram e tem a sensacao de se conhecerem há muito tempo
Daquelas em que as brigas sao raras e os sorrisos sao constantes e que a rotina faz parte de algo natural.

Queria contar sobre cartas de amor, presentes bobos, mas tao bons de receber, como uma florzinha roubada de um jardim.....contar sobre trocas demoradas de olhar, como se ali as almas se conectassem a algo que somos incapazes de compreender.

Queria poder falar de conversas a base de vinho sobre a vida, sobre filosofias ainda que vas a respeito da existência....e ainda que as discussoes se tornassem fortes, seria a multiplicacao que faz com que os casais tenham relacoes que valham a pena.

Quem me dera poder falar de sorrisos e lágrimas compartilhadas mesmo quando a intensidade dos sentimentos sao tao diferentes.....isso seria respeito, consideracao.

Queria falar da diversidade que torna qualquer relacao mais rica e sincera.
Queria falar das brigas tolas que terminam em beijos e abracos mesmo que antes venha aquela troca de olhares meio orgulhosos do tipo "quem vai ceder dessa vez"?

Ah, como gostaria de falar sobre sonhos individuais e sobre sonhos compartilhados, aqueles que sao bons de ficar falando, colocando cada vez mais energia e verdade....quem sabe assim fica mais fácil de faze-los acontecer?
Sonhos.....nao deveriam parecer tao distantes da realidade......os meus nao sao, mas.....

Queria falar sobre tudo isso, mas preciso viver o presente e a realidade.

Tropecos


Sangue de redencao escorre por entre as pedras que feriram suas maos
Entendo suas dores e alegrias tao complexas
Sei que nunca quis que fosse assim

Vamos tirar essas pedras de suas maos e curar essas feridas
E vou brigar contigo para que quando cair novamente, as feridas nao sejam tao profundas e doloridas


Entenda que a visao que alguns tem da vida é mais simples que a sua e que nem um nem outro tem a obrigacao de se compreender
É a diversidade que faz o mundo ser mais colorido e especial
Você tem anjos que nao pode ver e tem o privilégio de ter anjos reais, de carne e osso.....parecem etéreos em seu olhar e na compreensao mútua que os une a um plano de plenitude

Ainda derramará sangue porque nem sempre vencerá todos os obstáculos, mas as cicatrizes te lembrarao que você tentou e de alguma forma os superou com aprendizado

Estarei aqui para secar suas lágrimas e limpar suas feridas e sorrir quando tudo der certo.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Estacao de trem


O céu se abriu para mim

Vejo que posso ser feliz de novo, mesmo depois de tanta escuridao e torpor....e é uma sensacao tao boa.....nao sabia o que era isso há muito tempo.

Nao quero esquecer tudo que passei, porque pode voltar, mas preciso seguir em frente, tentar, conseguir.

Peguei um trem cujo destino desconhecia.

A cada parada me sentia mais longe de mim mesma.....e nunca havia passagem de volta.

Passei por paisagens áridas, vi atrocidades, senti tristeza e solidao, rezei, implorei, chorei desesperadamente por um caminho feliz.

Pensei em desistir de tudo, tentei pular do trem, mas algo me trouxe de volta. Ainda bem.

Viagens longas sao sempre cansativas......realmente cansei, pedi ajuda para alguém que nem podia ver e ele disse que a resposta estava em mim.

Senti raiva porque fiz de tudo.....só eu sei.....

A dureza das palavras me desesperou, mas vi que estavam certas e exigiam uma paciencia que até entao desconhecia.

Nao acreditei de todo meu coracao numa saída, mas tentei de todas as formas mudar o curso daquele trem para meu porto, minha felicidade, minha essencia.

Demorou, mas enfim o trem parou em minha verdade de corpo, mente e alma e cá estou tentando entende-los e equilibrá-los. Cá estou eu acreditando novamente na felicidade nua e crua, naquela que faz brilhar meus olhos.

Voces estavam me esperando na estacao. Obrigada!

Pai, saiba que de alguma forma o Vô me guiou nessa longa viagem de trem....

Just close your eyes


Ei, brother in love, I remember you in these moments
....when I can´t hold on and get sick of this lonely sadness
You´re my angel, my redemption
"hey, there you, way out there in the distance
can you hear me?
Are you there?"

Your eyes call me back to myself, to my essence
Thank you, brother in love, brother in life, for all the time
I look for your words, for your patience, for your purity
I close my eyes and I feel that you understand me
I close my eyes and I hear one of the musics that we sing together, loud, intensely, with our heart

Yeah, that´s right, the difference is that we make things happen with our heart
Believe me, some day I´ll compose a song for you and do you know why? Because for me music is heart, felling, honesty, complicity, friendship and all the good things that make me feel alive

Oh, please, when we smile together it´s like we have a very old history
And there´s no way to listen Chris Cornell and don´t remember some thoughts that we share
Please don´t say that all these things will die some say.....I believe in everlasting brothers in love.....I really believe.

Close your eyes and just know that I´ll always be there for you, always.
Hope you find this words and know that our link is something very special.....love for life, love for the truth of our eyes. I know that you´ll understand.

See you soon.....

Uma árvore


Para as próximas palavras, "Times like these" (Foo Fighters)

".....I, I´m a new day rising
I´m a brand new sky that hang the stars upon tonight...."


Uma árvore dada como morta
Já nao havia mais folhas, os galhos se quebravam ao simples ventar
O tronco parecia robusto por fora, mas oco por dentro

Alguns a condenaram, outros acreditaram que havia salvacao
Os que acreditaram sabiam que algo ainda vivia lá dentro, por mais fraco que estivesse......a árvore "chorava" derramando uma lágrima escura que descia até sua base como se quisesse se fincar ao chao, à vida, de alguma forma.
Poucos ouviram o chamado velado e outros continuaram a cuidar dela e sentiam que havia uma forca de vontade incrível dentro daquele "oco"

Ninguém se salva sozinho....quer seja pela ajuda de outros, quer seja por lembrancas de bons momentos, por desejos de redencao, por licoes aprendidas pouco antes de ir embora.

Demorou, mas num dia de chuva uma folha brotou, ninguém viu, mas lá estava o poder do amor e da vida!

"Felicidade, por favor, nao se transforme em tristeza profunda nunca mais"

O deus que há em cada um, a energia vital, nao acaba nunca.....nao antes da hora.
Agora a árvore está cheia de brotos e enquanto alguns acreditam ser milagre, outros creem que quando amamos, da forma como for, cuidamos e temos fé que tudo pode dar certo e mais importante, acreditam na forca do outro.....e se a salvacao nao há, sabem que fizeram tudo o que podiam
A árvore agradece de seu jeito a todos e a si mesma....jogando folhas ao vento, em cada uma há palavras diferentes.....quem sabe um dia nao se depare com a sua.




PALAVRAS AO VENTO

domingo, 27 de junho de 2010

Redemption Words


Em dias como esse , apenas a escuridao mostra a verdade de cada um
Tantas discussoes, tantas palavras em vao, tanta dor a toa
As pessoas se trombam na rua, mas nao enxergam nada além de suas próprias vidas....às vezes nem isso
Em meio à escuridao, um mal estar que nao se explica, um choro velado
O amor nao deveria provocar sentimentos ruins, disseram que seria maravilhoso apaixonar-se e amar.......pelo menos há a companhia das palavras de tantos poetas que escreveram e cantaram as dores inerentes ao amor e a solidao que às vezes dele advém.
Achei que o amor me faria enxergar a vida de uma forma mais bonita, menos dura, mas hoje vejo que ele me trouxe cada vez mais para uma realidade sem paixao.
Nao quero que seja assim.....agora que percebo, sei que posso fazer diferente. Nao cederei a esse amor duro feito pedra....sim, haverá pedras em meu jardim, mas haverao flores, água, conchas......ele será do tamanho que eu permitir......nao deixarei mais que risquem com um xis meus sonhos e sentimentos só porque eles nao sao como os da maioria das pessoas.
Cansei de tantas lágrimas que nao tornam os meus olhos mais brilhantes.
Também quero paz, caro amor.....cansei dessa guerra inútil para saber quem sente mais e o que.
Cansei dessa disputa por atencao
Cansei dessas lutas inglórias por bom senso
Cansei das lembrancas perdidas, daquelas usadas como moeda de troca e da paixao guardada e do coracao temeroso e das palavras ignoradas.
Amor, me machuquei, voce me machucou, te machuquei
Eu que sempre fui tao centrada, me perdi, em todos os sentidos
Quando meus olhos se tornaram negros, dias de névoa e dúvida se puseram em minha vida
E tento lembrar de como era antes e tento acreditar que posso voltar a enxergar a escuridao ao invés dela me engolir.
Sua felicidade nao necessariamente é minha felicidade e nesse ínterim, teco minhas rendas (palavras e sentimentos) enquanto voce pisa na grama recém plantada.
Preciso encontrar meu caminho, resgatar minhas crencas esquecidas ao longo de tempestuosas estradas, preciso encontrar minha calma e minha lucidez estragadas como calcado pobre em longas caminhadas, preciso achar onde foi que deixei meu afeto, as demonstracoes de carinho e o sorriso....

Deus, amor, alguém viu por aí minha alegria?


sábado, 26 de junho de 2010

Can´t Change Me

Bem, reconheco quando encontro nas palavras de outros a melhor forma de demonstrar algo... Essa música é para voce, que me ama e odeia, quem eu consigo tirar do sério como ninguém mais e pensando bem....deixa para lá....."Can´t change me", Chris Cornell


Gotas caíram em meu rosto levando consigo meus sonhos.
Nao sou ninguém sem meus sonhos e sem amor.
Pode chamar de limitacao, que seja entao.

Minha felicidade foi levada por uma enxurrada que passou em minha vida.....nem vi como, só vi os estragos.

E ainda assim te amo.

Devia bastar, mas nao basta......nao sei o que mais poderíamos querer. Queremos o infinito, porque alguém algum dia nos disse para sempre acreditar que tudo era possível.

Te quis desde o primeiro dia
Queríamos liberdade
Depois nos quisemos e foi tao bom
Até que veio tudo aquilo que estraga o ser humano.....desconfianca, brigas, lágrimas, cobrancas.

Tentamos fazer o vento nadar e, claro, nao deu certo.
Ainda nao tenho todas as respostas, talvez nunca as tenha, mas saiba que eu te amo e te quis desde o primeiro instante.
Meus olhos brilharam, mas voce nao reparou porque nao era o tipo de coisa que fazia diferenca para voce.
Hoje vejo raiva e mágoa......e agora voce repara e sabe que algo muito grande mudou dentro de nós.

Gotas caem de meus olhos e levam uma parte de minha tristeza.......e abrem espaco, espero, para que o amor impere e os sonhos se proliferem........porque preciso de sonhos e de amor para viver.

Equívocos


Cometi tantos erros...
Me meti em devaneios tolos acreditando que a culpa tornaria as consequencias melhores....
Quando na verdade elas só se intensificavam.
Busquei caminhos tortuosos mesmo sabendo que havia algo errado bem antes.
Meu deus, como fui tola!

Nao há pilulas que desfacam nossos erros.....o tempo apaga algumas, torna outras motivo de risada com os amigos ou a família.....outros parece que insistem em nos torturar de vez em quando.

Quantas vezes nao desejei do fundo do meu coracao que as palavras nao fizessem tanta questao de sair quando me desaponto com o erro dos outros......um erro tentando consertar outro.

Aproveito essas palavras soltas, doloridas e afiadas e sem nexo, para dizer que me arrependo....sim, assumo que me arrependo de várias coisas, mas principalmente uma. Julguei que estava plenamente certa, mas hoje, quando olho para trás, acho que eu podia ter tido um pouco mais de paciencia......olho para trás aquele e sinto aquele tempo bom, e se esqueco da parte ruim, penso que realmente poderia ter tido mais paciencia......mas já foi.

Que palavras de noite depre, de alguém que está perdido, procurando nas palavras um significado para seus sentimentos.
Insetos pousaram na lampada buscando a luz...e morreram....talvez seja pior eu procurar tanto uma luz no fim do túnel.......quem sabe se eu procurar construir minha própria lampada, nao precisarei "morrer" para chegar à conclusao de que gastei energia demais pra chegar em um lugar que já conhecia.

Quando comeco a acreditar que essas rosas demorarao mais para morrer do que as anteriores descubro um pouco mais o quanto a lamina que corta a vida e cede lugar à morte, é fina.
E me esforco para acreditar que da próxima vez as rosas sobrevivam e quem sabe eu possa replantá-las.......mas confesso que até lá gostaria de poder sorrir por qualquer bobagem e gargalhar quando essa bobagem se tornar ainda melhor......esqueci quando foi a última vez.....parece tao distante.

Para quem me conheceu antes, é incompreensível que eu esteja assim......pois é, caros amigos, a minha linda vida perdeu muito a graca e estou tentando resgatá-la. Dessa forma, peco aos Srs, para que quando me encontrarem, nao ressaltem o quanto estou mal frente ao que era, mas o quanto posso melhorar......com um sorriso que o Sr poderá tirar de mim, com facilidade, posso garantir. Ninguém quer deixar de ser feliz, ninguém.

Flores brotaram do lugar mais inimaginável.....resistiram à todo tipo de intempérie, porque acreditaram que aquele era seu lar, seu objetivo, seu sonho.
Minha vida brotará da mesma forma, sei que vai.

terça-feira, 1 de junho de 2010

pequenos versos

Entrego a voce minhas verdades
na esperanca de que assim nosso amor seja suficiente
Entrego a voce minhas palavras
pensando que talvez elas te tragam a compreensao que nao encontra em meu verbo
Entrego a voce minhas melodias
imaginando que a música te dirá as palavras certas que nao pronunciei
Entrego a voce meu sorriso
porque nao há nada mais valioso para mim que a felicidade
Por fim, entrego a voce meu amor
incapaz de nos unir, mas forte o bastante para fazer meu coracao bater mais forte.
Bem, se esqueceu da minha dificuldade de parar com as palavras?
Pois bem, ofereco a voce a humildade....virtude sem vícios, universal e capaz de fazer ouvir nossa voz interior.

Letras ao vento

Rosas negras brotaram em meu jardim
Um amor sincero, mas incompreendido pela razao
Parece que o vento passou e levou a cor de minha aura
O dia amanheceu sem que eu tivesse dormido
E a dor do dia anterior nao se dissipou, apenas se transformou na esperanca de um novo amanhecer.....

Doces melodias vem e vao por minha mente
mas nao refletem nossa verdade
mas sim minha ilusao
Cenas enevoadas de felicidade caminham em frente aos meu olhos,
mas nem chegaram a ocorrer
Lágrimas de pesar escorreram pela minha face tantas vezes que perdi as contas,
mas dessa vez talvez eu tenha aceitado a sabedoria do equilíbrio.

Sonhos.....os mesmos! Por que nao realizá-los juntos, torná-los melhor?
Talvez nao haja resposta.....enquanto espero por ela, vejo os vagalumes brincando com seu poder desconhecido.
Nao, nao está tudo bem......está doendo e nao sei que caminho seguir.

Lembrancas deliciosas me vieram a mente
elas sao reais......mas as guardei muito bem em uma caixinha apertada.....dentro do meu coracao.
Talvez fosse mais fácil que reconhecer erros e mais fácil que reconhecer que talvez ainda nao seja a hora.

Mergulhei sutilmente nas águas de Iemanjá
e ouvi o silencio que traz sabedoria
e senti o cheiro que inebria
e vi a clareza da verdade.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Uma guerra




Olhos negros e brilhantes
Úmidos e intensos, como pedra tratada e polida
Tracos fortes como se já tivesse passado por muitas batalhas

Por que tanta confusao? Quando precisou a razao foi sua principal aliada!
Porque em tempos de paz, quando se fecham os olhos, a visao é das batalhas, derrotas e de algumas vitórias......e esses deveriam ser tempos de felicidade, de uma felicidade que só vem com paz. Mas ainda faltam caminhos a serem percorridos até que a sabedoria chegue.

Guarda as cicatrizes como troféus de bravura.....mas nem todas foram "conquistadas" sabiamente, apenas com coragem e era assim mesmo que queria vencer?
Talvez sim, há escolhas estranhas nesse mundo cujo Sr é o Caos.

Na bandeira, a insígnia da vida....uma caveira e nos alforjes, a cura contra a morte....a fé, as armas e a vontade de vencer. No coracao, a intensidade da vida e no corpo as figuras daquilo que preza e ama e segue. Nos olhos, o brilho, misterioso para alguns, portal para um mundo diferente para outros, luz para quem quer enxergar.

Os animais seguem o pulsar de seu coracao e protegem quem os quer bem, porque nao há hordas e seguidores. Para um coracao solitário sempre haverá família, amigos, protetores, guardioes, mas a distancia, a espreita.

O sangue escorre quente por seu corpo.....essa punhalada foi forte....nao conseguiu desviá-la.
Nao pode desviar os olhos do oponente, mas cade ele? Há sangue em seus olhos, na escuridao, terá que lutar.
Cega, rende-se aos instintos e à vontade insana de sobreviver. A cada golpe, um som, uma respiracao, um piscar de olhos e um erro.....ou um acerto. É uma batalha contra algo muito grande, misterioso e profundo.....mexe com suas entranhas, com seu cerne, com sua existencia.

O corpo quente deixa o sangue escorrer, mas nao há desistencia no coracao de um guerreiro....talvez redencao.
Por que haveria sangue em seus olhos se seu peito foi ferido?
Ao pensar nisso, sofre mais um golpe, dessa vez na face....é como se estivesse passando por uma provacao.

Quando acha que nao há mais como continuar, percebe que o sangue em seus olhos era de seu oponente, talvez o maior de todos e os enxuga, juntando forcas para dar a punhalada final......é quando ve um ser parecido consigo mesma, mas deformado, atacando a esmo, sem alvo.

Ela se abracou e chorou e aceitou seu eu imperfeito. A felicidade.....ah, essa é companheira incerta.....nao vem só porque queremos, mas porque estamos preparados.....e o ser humano tende a complicar esse caminho mais do que precisava!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Deep inside



"Hey there you, way out there in the distance
Can you hear me?
Are you there?"
(Sleep; Savatage)


Whispers......what´s wrong with you? Did you loose yourself searching for your happiness?
Or did you hope more than you get?
Don´t forget, there´s a beatiful garden just waiting for your care.....alone or not.

I hear this words and I hope for this peace.......where did I loose my happiness? Where did I put my unconditional smile?

I walk through forests, skies, known faces and sounds, I see the colors and feel the smells of my childhood and I pray to find myself.

There´s no sorrow when you choose to live intensely......but I wouldn´t know how to live differently......nobody told me how to feel less, how deep a word can be, how good is a smile and how wonderful is the love! I just lived and learnt.

I´m trying to scape of this crazy world but sometimes I´m so crazy than this fucking world

Sometimes my sun shines green, blue, black.....

Sometimes my truth changes and some beliefs just go away

Sometimes my lies change and my truth just look at me and goes away

Deep inside me I know that my road has no end and my soul wants to be always a sunshine

And that all my dreams won´t fade away because I believe, because I believe in me.

And when I have no idea about what I need to be, or want to be or how to be....ah, so I listen to a music or a lot of and then I know that there´s more and I have the power to change some routes.

Will we stand beside and look?


Olhei para trás
Procurei por um sentido
Observei a escuridao da noite
e senti falta de quem pudesse me acompanhar e enveredar por caminhos desconhecidos
Sonhei com um amor e o procuro em ti, mas talvez eu nao seja capaz de reconhece-lo.
Estarei eu sendo muito dura ou voce distante demais?
Estarei eu sendo só eu mesma e voce respeitando seu próprio eu?
Seria impossível acreditar entao na possibilidade de um sonho conjunto?
Tranquei as portas, abaixei a cabeca e me entreguei a devaneios e pensamentos e loucuras.....
Me atiro de corpo e alma, me arrisco, mas só pelas coisas nas quais acredito, pode ter certeza.
Me entreguei como pude, com as forcas que tinha e com o amor que sempre senti.......mas algo aconteceu. Já nem sei se realmente aconteceu algo especial......talvez simplesmente tenha percebido que nao existe sonho, apenas realidade.....e nao quero isso, quero poder sonhar com alguém, acreditar nesse sonho, lutar por ele junto desse alguém e PARTILHAR felicidade quando conquistá-lo.

As sombras continuam nos impedindo de enxergar o sol
Em seus olhos nao vejo tristeza ou pesar
E insisto em palavras que nunca surtirao efeito em voce
Porque no fundo, nao sei como alcancar seu coracao
Vejo as lágrimas evaporando com o vento e tenho os olhos fixos em uma direcao
como se dessa estrada pudesse surgir uma esperanca ou uma resposta diferente das que já tenho
Nós tentamos, ninguém pode negar
Eu chorei, voce calou
Amamos
e agora recolhemos cacos de espelhos que se quebraram.....porque nunca seriam um só, mas também nao sobreviveriam se refletissem apenas uma das partes.

Percebo em suas palavras uma esperanca!
Ouco caos e confusao vindo de meu coracao e de minha mente
Seu silencio e autoconfianca inabalável te curam
Meu amor desvairado e meu espírito sem limite me enlouquecem
Tenho paz de menos, vc, demais
Sou impaciente, vc é capaz de perder para nao adiantar as coisas
Falo muito, vc silencia até o que nao deveria
Sou a acao, vc a reacao
Sou a antítese, vc o sentido literal
Nao há melhor ou pior, sempre diferencas
Diferencas, diferencas, diferencas

Como poderíamos saber sem tentar?
Nao havia como! Respeito isso.
Já percebeu que estamos sob o mesmo céu apesar dos milhares de quilometros que nos separam? E que isso nao deveria nos tornar tao distantes e duros? Pelo contrário, deveríamos nos unir ainda mais planejando o dia do retorno.......fácil escrever, difícil relizar.
E assim vai com tantas outras situacoes.......
Nao sei mais onde procurar solucoes e sou obrigada agora a me render.......nao sei se há! Talvez nisso tenha razao.....devo parar de procurar. Já deu, preciso saber a hora de parar.
Me refugio agora na música e na intensidade com que ela é capaz de "compreender" o que sinto.

Parei. Silenciei (a alma jamais).